3.11.06

A Galinha

"Ia eu pela Stanton Street certo domingo de manhã bem cedo, quando vi uma galinha uns metros à minha frente. Eu andava mais depressa do que a galinha, de maneira que, a pouco e pouco, fui-me acercando dela. Nas proximidades da 18th Avenue, estava já quase a apanhá-la. A galinha virou para sul na 18th street Avenue. Quando chegou à quarta casa, meteu pelo caminho do jardim, subiu aos saltinhos os degraus da frente e desatou à bicada na porta de protecção de metal. Passado um bocado, a porta abriu-se e a galinha entrou."
in_Pensei que o meu pai era Deus_Paul Auster

2 Comments:

Blogger Anna said...

pombos, galinhas, tudo uma questão de ave e de avenida...

2:07 da tarde  
Blogger zequinhas said...

Paul Auster, só podia!

bj
*

11:33 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home